17 abril 2017

Para educar crianças feministas, Chimamanda Ngozie Adichie

Para educar crianças feministas (capa)
Depois de ter publicado o discurso Sejamos todos Feministas, em 2015, a Companhia das Letras neste ano publicou outro livro da autora de Americanah,Chimamanda Ngozie Adichie, de não-ficção, o Para educar crianças feministas.
O texto, uma adaptação de uma carta enviada a uma amiga, que havia lhe pedido ajuda sobre como deveria criar a filha como uma feminista, haja vista que Chimamanda tem se dedicado a falar sobre o feminismo e a importância de que ações feministas fazem dentro da sociedade, ao estabelecer uma equidade de gêneros.

Para quem já tem o costume de ler textos que falam sobre o tema, muitas das dicas dadas por Chimamanda à Ijeawele não são novidades. No entanto, a forma como a autora aborda o assunto e pensa a questão tem um frescor e um quê de novidade, também vale para os exemplos que ela vai citando e que estão contextualizados à cultura em que elas estão inseridas, e que por mais particular e diferente possa parecer, é facilmente aplicável as outras formas de vivência em diferentes sociedades, ou seja, não é reducionista.

O fato também de ser voltada à criação de uma menina, não prejudica em nada quem tem filhos homens, já que feminismo é também pensar a forma como os meninos são criados e ensinados agir e pensar o mundo. Afinal, ensinar apenas as meninas a serem mulheres emponderadas não resolve a questão do machismo, é necessário que homens desde cedo aprendam o respeito às mulheres, às escolhas que elas fazem, à trabalhar com elas em parceria, como realmente companheiros.

Um ponto que me chama a atenção é que, mesmo pressupondo que a filha de Ijeawele venha a ser heterossexual, Chimamanda tem o cuidado de considerar que talvez ela não venha a ser, porém não desenvolve muito essa questão, o que pode ser uma perda, pensando a questão da escrita do livro como um projeto maior, mas que é compreensível assim o ser por estar direcionado e limitado por uma questão e um contexto, a de dar orientações sobre como sua amiga poderá criar a filha como uma feminista.


Lembrando que você pode adquirir Para educar crianças feministas por este link http://amzn.to/2p5sXMK ou outros por meio desse link da amazon: http://amzn.to/2kJJW4r e colaborar com uma pequena comissão para o blog.

Gostou da dica de leitura? Já leu o livro? Comenta aí embaixo e vamos conversar! Não deixe de curtir a nossa página no FB e de se inscrever no nosso canal no youtube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ronrone à vontade.