06 junho 2016

Além- mundos, Scott Westerfeld

Além-mundos, capa brasileira.
Além-mundos é um romance de Scott Westerfeld, mesmo autor da série Feios, e está publicado no Brasil pelo Grupo Editorial Record, por meio do selo Galera.

O romance é um tijolão, com suas mais de 540 páginas, nas quais Westerfeld alterna entre contar a história de Darcy, que acabou de se formar no colégio, tem 18 anos e seu primeiro livro, não só aceito para publicação, como uma continuação contratada e um mega adiantamento, que a leva para a Big Apple, para poder se dedicar à revisão do livro, a escrita do novo e aprender um pouco mais sobre como funcionam as coisas no mercado editorial; a outra história que nos é contada é a de Lizzie, que após um atendado terrorista no aeroporto em que ela estava, passa a conseguir transitar entre o mundo dos vivos e dos mortos, depois de ter fingido muito bem que estava morta. Esta outra história é justamente o primeiro livro escrito por Darcy.

Descobri esse livro por indicação da Íris Figueiredo, autora dos livros Confissões On-Line 1 e 2 e de Dividindo Mel, que esteve aqui durante a Feira Pan-Amazônica do Livro e também participou do Evento “Novos autores nacionais”, da Virada Cultural da Saraiva, que foi mediado pelo Blog Garota Pai D’Égua.

O livro surgiu durante a apresentação que eu, Dan, estava fazendo do livro Lucas e Nicolas, do Gabriel Spits, como um livro que também trabalha a representatividade do público LGBT de maneira positiva. Logo surgiu o meu interesse e no dia seguinte já estava eu com o meu exemplar em mãos.
Voltando agora pro livro...

Sim, o livro trata de uma forma bastante “normal” (como tem que ser mesmo) o relacionamento de Darcy com outra escritora, um pouco mais velha que ela, de YA. O mais legal é que as tensões entre as duas acontecem muito mais pelas questões do dia-a-dia, do que por Darcy “não ter saído do armário para os pais”. Ponto positivo!

Também é interessante toda a discussão que surge sobre apropriação cultural e de construção de enredos, de como o mercado editorial é (mais ou menos) nos bastidores e das preocupações dos escritores iniciantes. Tudo isso regado a bastante yakissoba e mensagens de Nisha contando os dias até a publicação do livro de sua irmã mais velha, Darcy.

No que se refere ao livro de Darcy, que é homônimo ao livro que estamos lendo, Lizzie tem que começar a entender como funciona o outro lado e tomar decisões sobre questões que envolvem o passado de sua família, bem como controlar o seu desejo por Yamaraj, um dos vários “senhores da morte”, que guiam as almas no submundo. Tudo isso junto com lidar como as pessoas lidam com o trauma que ela passou, um atentado terrorista em que ela foi a única sobrevivente.

É um livro de bastante fôlego, que prende a gente. Quando a gente tá no capítulo da Lizzie fica agoniado pra que ele termine logo e possamos saber a continuação do capítulo anterior, da Darcy. O mesmo acontece quando estamos lendo o capítulo de Darcy, a ansiedade por saber o que acontecerá com Lizzie.

Em nenhum momento as histórias se conectam. A conexão é a leitura do livro que vemos ser mencionado no decorrer do que é narrado nos capítulos de Darcy. Aliás, grande sacada nos apresentar o livro em versão definitiva e ir nos dizendo o que deveria ser revisado ou reescrito, o que vai nos dando uma ideia, e apenas isso, de como era a primeira versão dele.

Eu adorei lê-lo e confesso que fiz de tudo para termina-lo o mais rápido possível! Mas...

Como nem tudo na vida são flores, o pessoal da revisão da Galera pecou bastante. Há muitos problemas com palavras faltando, palavras erradas e coisas do gênero.

Mas, Daniel, por que você ficou tão aborrecido?


Por que o livro nem é tão barato assim. Na verdade, ele nem é barato e, por isso, espera-se que haja um trabalho, uma maior atenção no produto que nos será entregue. Afinal, o livro não é só o conteúdo que ele apresenta, mas um conjunto de coisas, e dentre elas o cuidado editorial é uma delas. Nesse quesito, a Galera decepcionou um bocado. Ponto negativo!



Gostou da postagem? Não? Deixe um comentário! Aproveite para curtir a nossa página no FB e se inscrever no nosso canal do youtube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ronrone à vontade.