03 abril 2013

Jacob e as crianças peculiares


O Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares é o primeiro romance de Ramson Riggs, e foi publicado no Brasil pela Leya, em 2012. O livro conta a história de Jacob, um menino de uns 16 anos e a sua estranha relação com o avô Abe, por meio das histórias extraordinárias que este lhe contava, quando pequeno.

O avô de Jacob fora um refugiado judeu, no período da Segunda Guerra Mundial e viveu durante um tempo numa ilha inglesa, sob a tutela da Srta. Peregrine, a qual ele se referia como a Ave. Sobre esse período de sua vida, Abe conta coisas maravilhosas, como se o lugar fosse um paraíso, e onde seus companheiros eram pessoas cheias de dons extraordinários, como levitar ou criar chamas com as mãos, e pra provar o que dizia, mostrava fotos antigas de seus amigos. Mas nem tudo era bom, também haviam os monstros, dos quais o seu avô tinha muito medo.

Jacob cresceu ouvindo essas histórias, mas, com o passar dos anos, passou a não acreditar mais, ainda mais quando percebeu que as fotos que seu avô apresentava como prova, poderiam ter sido facilmente manipuladas e do modo mais tosco possível.

É só com a morte de Abe, que Jacob presencia, que as coisas parecem mudar, na perspectiva do garoto, que passa a considerar, novamente, o que o avô havia lhe dito quando pequeno e um pouco antes de morrer, como também a figura monstruosa que o menino vê, no momento da morte do velho.

Assim, Jacob se vê com a missão de tentar descobrir a verdade sobre o passado de Abe, o que ele queria lhe contar ante de morrer e de resolver os problemas psicológicos, que os seus pais e parentes, bem como ele mesmo, acha que tem. E, com o aval de seu psiquiatra, segue em viagem até a Ilha, onde seu avô fora criado, depois de ter sido separado de seus pais, no período da Guerra.

Então, Jacob passa a reconstruir a história de seu avô, e no processo de reconstrução, a viver uma história que também lhe pertence, mas a qual ele deve decidir se a aceita ou se a deixa pra trás.

Decidir permanecer ligado ao passado ou seguir em um futuro sem muitas perspectivas, diante de tudo o que ele descobre, que é a grande motivação do livro, que culmina em seu desfecho. Um desfecho cheio de perspectivas de um futuro prenhe de aventuras e possibilidades.

--

O livro tem coisas maravilhosas, aliados a boa história que traz em si, que são as fotos antigas que são mencionadas no decorrer da narrativa, e a capa, que é belíssima. O trabalho de revisão e diagramação também foram bem cuidadosos, não há estranhamentos e a leitura é fluida.

Lá no blog Book-Addict, da Eduarda Menezes, vocês podem conferir uma outra resenha bem legal, desse livro.








Título: O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares
Autor: Ramson Riggs
Editora: Leya
Páginas: 336

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ronrone à vontade.