17 maio 2012

Amor perfeito

O meu amor vê teu jardim assim,
Assim como um jardim
De flores novas.
Por teu amor, o meu amor sem fim
Plantou dentro de mim
Um pé de trovas.
E cada verso é um botão-de-flor
Anunciando, amor,
A primavera,
Que faz do tempo uma quimera,
E a nossa vida mais sincera,
E o nosso amor, um grande amor.
Teu coração, jardim dos meus jardins,
Me cobre de jasmins,
Cravos e rosas.
Meu coração, teu carrilhão de sons,
Te enfeita de canções,
Versos e prosas.
Cada canção é feito um beija-flor
Beijando o meu amor
Em nosso leito,
Fazendo um ninho em nosso peito,
Um ninho, amor, de amor-perfeito
E desse amor, perfeito amor.

(LANCELLOTI,  Ivor & PINHEIRO,  Paulo César. “Amor perfeito”. In: Nação – Clara Nunes. LP EMI ODEON 31C – 062421236. Faixa 5, lado B.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ronrone à vontade.