13 março 2009

Medo


- Porque ele não pediu pra falar comigo? O que é que será resolvido e quem não tem chances?

Por um momento, bem longo, fiquei parado sem dizer nada, sem conseguir pensar no que dizer, tal qual um parvo. Fora pego de supresa, por ele. Ali, atrás de mim, no portal do hall de entrada, ele havia escutado toda a conversa.

A face dele, ali na minha frente, era uma mescla de várias coisas - confusão, medo e um pouco de raiva, e isso é só do que me lembro no momento, devia haver muitos mais.

Quando consegui balbuciar o nome de Hans, fui interrompido por pedidos que tinham por objetivo ligar para Louis, e no momento em que eu disse que ele não poderia, e que mesmo que pudesse de nada adiantaria, Hans desabou no chão.

Levei-o de volta a varanda, fiz com que sentasse e fazendo com que olhasse pra mim, contei-lhe o que havia acontecido.

- O Louis está indo para Portugal, já estava de saída para aeroporto, ao que parece, tem que assinar uns papéis e cuidar de uns problemas que por lá apareceram.

- Mentira! Ele foi lá para vê-lo não foi Dan? Para ficar com o Eugènie, para me deixar.

- Não Hans. Querido ele foi resolver uns problemas, apenas isto. Logo, ele estará de volta, por você e pra você somente.

- Pare de mentir! Eu ouvi você dizendo que iria ajudá-lo, não sou estúpido, por mais que vocês achem que sim! Ele me falou que nunca se preocupava com as coisas da empresa, que ele só fazia receber o dinheiro e gastar como mais lhe apetecia. E agora, ele está indo vê-lo, e vai me largar aqui.

Trazendo Hans para apoiar a cabeça nas minhas pernas e acariciando-lhes os cabelos, disse-lhe que isto não aconteceria nunca, porque tinha certeza absoluta que o Louis o amava muito, e que nunca por o que quer que fosse eles ficariam juntos de novo, pois isso não era do desejo de Louis. Além disso, falei-lhe que já estava na hora de saber um pouco mais da vida de Louis, que só assim, ele poderia julgá-lo concretamente.

Fonte da imagem: two cold fingers

2 comentários:

  1. se naquela época eu soubesse das coisas que sei agora... momentos tristes que fazem parte da nossa estória e que por mais dolorosos que tenham sido... melhor eu parar por aqui....

    ResponderExcluir
  2. talvez o momento mais desesperador da minha vida

    ResponderExcluir

Ronrone à vontade.