05 março 2009

De Daniel Prestes - Danpotski à Louis XIV - Le Chat(on) Soleil

Querido Louis,

Sinto muitas saudades, é uma pena que não tenhas podido vir, por causa das questões do apartamento, com Hans passar estes dias aqui em casa, o clima está do seu agrado, frio e levemente nublado, ao que parece, teremos o final de semana, também, todo deste jeito.

Sabes que faz mais de três meses que estivemos, realmente, juntos, os três? E daquela última vez, conversamos muito sobre quando contarias mais de ti ao Hans, e de que forma farias isso, bem como o que eu faria caso ele me interpelasse, pelo visto o momento aconteceu.

Fiquei sabendo que contastes ao Hans sobre o seu passado, até em relação ao Eugènie, ele me contou e pelo cara que fazia ao fazê-lo, não gostou nem um pouco de saber que existiu um homem assim em sua vida. Crianças sempre querendo ser os primeiros, únicos e últimos amantes de seus companheiros...

Ele me perguntou se eu havia conhecido-o, e se sabia se vocês ainda mantinham contato, contei o que tinha que ser contado, nem mais nem menos, como havíamos combinado, e mesmo que não houvesse este acordo agiria da mesma forma, até porque não cabe a mim revelar coisas que não são minhas, como bem sabes, cada um com a sua batalha particular. Pelo que percebi ele se conformou com as respostas dadas por hora, porém preparasse que logo logo ele retornará ao assunto.

As coisas por aqui continuam daquela forma que lhe contei na última carta, ainda as voltas com as coisas da universidade, pelo jeito que está vejo que terei que fazer vestibular no meio do ano para uma particular mesmo, e ver a minha vaga da federal ir embora, o coração que está melhor, mais calmo. Estou trabalhando aqueles pontos que indicastes, embora, ás vezes, seja tão difícil, o que torna a sua distância ainda mais horrível, a sua força (puxões de orelha) nestas horas fazem muita falta.

Bem, querido vejas se vens me visitar as soon as possible para tomarmos aquele vinho do porto que tanto gostas com a pasta du pirate que tanto aprecias.

Tenho a honra de ser...

Belém, neste ** de Fevereiro de 200*

postado originalmente em: danpotski

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ronrone à vontade.