21 março 2009

Carta de Despedida


Dan,

Meu amigo mais amado, há alguns meses que não o vejo, e a última vez que isto aconteceu me foi tão doloroso. Ele estava indo embora, levou tudo de dentro do nos... meu apartamento, não restou nenhuma foto para me consolar.

O que foi que aconteceu??? Ainda não entendo toda essa revolta dele. Como ele, que dizia não cogitar a ideia de perder-me, pode ir-se desta maneira tão decidida??? How can it be possible?

Não aguento mais isso tudo, está tão triste aqui! Por isso resolvi viajar, vou para Londres, as passagens já estão compradas e o apartamento ficará alugado, por três meses. É o tempo mínimo que pretendo ficar fora, contudo pode ser que eu fique bem mais, não tenho certeza, quero ver como as coisas se encaminham.

My apologies, por não comentar sobre as coisas boas que comentastes na carta passada, porém sei que sabes que não faço por mal, mon petit choux.

Ainda te amo como sempre, ore por teu chaton...

Louis XIV.

Cidade das Mangueiras, * de Maio de 200*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ronrone à vontade.