22 maio 2017

FFDesafioLGBT – Junho: Livro Gay

Ainda dá tempo de fazer sugestões de leituras pro desafio do mês de junho? Precisa mesmo fazer sugestão de leitura pra livro gay? O que é livro gay? Bom, livro gay é o livro que conta a história de gays (aqui como característica específica do homem gay, sem as generalizações que vez ou outra fazemos pra falar das outras letrinhas de LGBT).

E, já que precisa fazer as indicações e mostrar o que eu lerei, vamos à listinha!

08 maio 2017

Histórias e Vitórias, de Míriam Leonila de Oliveira

Histórias e Vitórias (capa)
Histórias e Vitórias, de Míriam Leonila de Oliveira, publicado em 2016 pela editora curitibana InVerso, é um conjunto de histórias autobiográficas. Nelas, Míriam fala de seu trajeto de vida, desde os tempos de pequena fugindo da seca e retornando a cada promessa de chuva na região sertaneja de Pernambuco.

03 maio 2017

#HotTips: 5 livros sobre questões raciais

Olá, jovens!

O #HotTips de hoje vem na onda da nova série da Netflix, Cara gente branca, e também de um livro da minha TBR, The hate U give, da Angie Thomas. Depois de muita indecisão (havia mais de 12 livros na lista), deem uma olhada nessas cinco dicas de livros falando de questões raciais, assunto tão em alta nesse momento de desconstrução da sociedade quanto cada vez mais bem representado em livros, cinema e séries de TV.

28 abril 2017

Misery, de Stephen King

O escritor norte americano, que nasceu e mora no estado do Maine nos Estados Unidos, Stephen King tem algumas dezenas de livros publicados - todos campeões de vendas (Fonte: Suma de Letras). As publicações atingem mais de 40 países e, King é aclamado e criticado pela popularidade das obras.
Misery (1987), surgiu em um desses momentos de grandes apontamentos na carreira do autor. 

27 abril 2017

É AGORA COMO NUNCA

Poesia incompleta
 

Incompleto aqui é adjetivo que caracteriza da forma mais adequada, não necessariamente pejorativa, a ANTOLOGIA INCOMPLETA DA POESIA BRASILEIRA. Escrito na capa em fonte visualmente mais legível que o título da seleta organizada por Adriana Calcanhotto para a Companhia das Letras.

É agora como nunca (capa)